Animais e insetos que possam apresentar riscos à saúde no Brasil

Tunga ou Tunga Penetrans – comumente conhecido como “bicho de pé”, “bicho de porco” ou simplesmente “porco” aqui no Brasil. A tunga é a menor pulga conhecida, encontrada em países tropicais e subtropicais, especialmente comum nas áreas rurais. Como, diferentemente de muitas outras pulgas, não é um bom saltador, o tunga geralmente ataca o pé (ou outras partes do corpo que entram em contato com o solo, como nádegas e cotovelos quando estão sentados). A pulga fêmea se esconde sob a pele do hospedeiro, onde ela põe seus ovos que se desenvolvem e caem no chão. A lesão aparece como um círculo amarelado elevado com um centro preto, que é a porção posterior do parasita. Embora a maioria dos casos seja de penetração única, as infestações em larga escala não são incomuns e podem representar um sério risco à saúde. O melhor meio de prevenção é evitar andar descalço, especialmente no chão onde vacas ou porcos podem ser encontrados. Se você encontrar uma lesão, o curso de ação usual é remover completamente o parasita com uma agulha ou bisturi. É melhor fazer isso por um profissional médico, a fim de evitar infecções secundárias. Se não tratada, podem ocorrer infestações mais graves e estas são extremamente dolorosas.

Leia Também: Répteis,lagartos, cobras e vermes lentos

Mosquitos – existem muitas espécies diferentes de mosquitos no Brasil, sendo o mais perigoso o Aedes Aegypti, responsável pela transmissão da dengue e da febre amarela. Recomenda-se o uso de repelentes fortes de insetos.

Vespas – existem muitas variedades diferentes de marimbondos em todo o Brasil. O mais temido é o marimbondo cavalo. As vespas são extremamente irritáveis ​​e agressivas, são provocadas por movimento ou ruído. Ataques em massa são bastante comuns. Ao contrário das abelhas cujo ferrão arranca e permanece na pele, os ferrões de vespa não o fazem e, portanto, podem arder várias vezes em rápida sucessão. Mesmo que você não esteja sujeito a reações alérgicas, o ferrão é extremamente doloroso. A principal preocupação, como na maioria das picadas e mordidas, é o choque anafilático, que pode ser fatal. Se for picado, esteja particularmente alerta para quaisquer sinais de inchaço (não apenas no local da picada), aperto no peito e / ou dificuldade em respirar. Se você apresentar algum destes sintomas, procure assistência médica imediata. Para tratar as picadas e aliviar a dor e a coceira, pode-se usar medicamentos contendo anti-histamínicos, cremes com corticosteróides, compressas frias ou gelo. Deve-se tomar cuidado, se remover uma vespa que o picou, para não espremer a área abdominal, introduzindo mais do seu veneno na ferida.

Aranhas – existem inúmeras variedades diferentes de aranhas no Brasil. A aranha errante brasileira é considerada a mais mortal do mundo. Seu corpo pode ter cerca de 5 cm de comprimento e o tamanho total, incluindo as pernas longas da aranha, é de cerca de 15 cm. Geralmente é de cor marrom escura e se assemelha a uma Tarântula (bastante fina), mas não é confusa como uma. A Aranha Viúva Negra e o Recluso Marrom são responsáveis ​​pela maioria das picadas de aranha no Brasil. Se picado por qualquer aranha, procure atendimento médico imediato. Se possível matar a aranha, leve consigo os restos mortais para o hospital para ajudar os médicos a identificá-la.

Escorpiões – Um problema cada vez mais sério nas áreas urbanas. Os lotes vazios cheios de lixo e detritos alimentaram um aumento dramático em sua presença. Evite entrar em terrenos baldios na cidade e, se fizer caminhadas em áreas rurais ou florestais, use calçados e meias pesadas. Se picado por um escorpião, procure atendimento médico imediato.

Cobras – enquanto a maioria das cobras no Brasil é inofensiva, as venenosas podem causar mordidas fatais. De um modo geral, a maioria das cobras venenosas no Brasil pertence à família das víboras. Os mais conhecidos desses répteis são a Cascavel “Jararaca ou Cascavel” e a Coral Snake. A cobra coral tem anéis vermelho, amarelo e preto e não deve ser confundida com a cobra coral falsa, que não é venenosa. Para lembrar as diferenças, lembre-se da rima “Vermelho no preto – amigo de Jack, Vermelho no amarelo – mata um companheiro”. As faixas vermelha e preta da Coral Snake são separadas por uma faixa amarela, a Falso Coral Snake geralmente possui apenas bandas vermelhas e pretas e, às vezes, podem ter faixas brancas separando duas faixas pretas ou uma fina faixa branca entre as vermelhas e as pretas. Não se arrisque se mordido por uma cobra, se possível, tente remover o máximo possível de veneno e procure atendimento médico de emergência. A maioria das picadas de cobra acontece em áreas urbanas, então não baixe a guarda só porque você está em uma cidade grande. O bairro onde eu morava em Belo Horizonte tinha muitas cascavéis e também as vi aqui em São Paulo. Grandes constritores como Sucuri, Jiboia e Anaconda também podem ser encontrados em áreas rurais e florestadas do Brasil. Alguns crescem em proporções enormes e, enquanto há casos documentados de ataques a crianças pequenas, Capivaras sendo engolidas inteiras, não tenho tanta certeza sobre a lenda urbana de adultos que desapareceram como vítimas de seu ataque. O bairro onde eu morava em Belo Horizonte tinha muitas cascavéis e também as vi aqui em São Paulo. Grandes constritores como Sucuri, Jiboia e Anaconda também podem ser encontrados em áreas rurais e florestadas do Brasil. Alguns crescem em proporções enormes e, enquanto há casos documentados de ataques a crianças pequenas, Capivaras sendo engolidas inteiras, não tenho tanta certeza sobre a lenda urbana de adultos que desapareceram como vítimas de seu ataque. O bairro onde eu morava em Belo Horizonte tinha muitas cascavéis e também as vi aqui em São Paulo. Grandes constritores como Sucuri, Jiboia e Anaconda também podem ser encontrados em áreas rurais e florestadas do Brasil. Alguns crescem em proporções enormes e, enquanto há casos documentados de ataques a crianças pequenas, Capivaras sendo engolidas inteiras, não tenho tanta certeza sobre a lenda urbana de adultos que desapareceram como vítimas de seu ataque.

Macaco Capuchinho “Macaco Prego” – o macaco é bastante comum no Brasil e bastante acostumado à presença humana. Enquanto na maioria dos casos eles são divertidos e divertidos de assistir, há casos em que eles são conhecidos por serem muito agressivos, especialmente se tentarem roubar comida. Além de arranhões desagradáveis ​​ou mordidas muito dolorosas, o macaco (junto com ratos, ratos, coelhos / lebres e cães) pode transmitir a doença de Chagas. A prevenção é a melhor forma de cura … observe essas criaturas a uma distância respeitosa.

Lixiviados / Sanguessugas – Sanguessugas – existem mais de 500 variedades diferentes no Brasil, principalmente em água doce. Se você nadar, mergulhe ou atravesse um corpo de água doce, não deixe de verificar essas criaturinhas desagradáveis. Embora não sejam um grande problema de saúde, podem causar muito desconforto.

Piranhas e outros peixes carnívoros – encontrados principalmente na Amazônia e no Pantanal, enquanto um problema não são os temíveis filmes de monstros carnívoros que os retratam.

Água-viva – a “aqua-viva” é uma preocupação real para quem gosta de nadar em qualquer lugar da costa brasileira. Eles causam picadas extremamente dolorosas quando você a encontra. Eles não atacam os seres humanos como tal, todos os encontros são bastante acidentais. Geralmente encontrado em colônias, é melhor sair da água se alguém na praia for picado em sua área. A maioria das praias costeiras com salva-vidas terá placas postadas com aviso de água-viva na área.

Compartilhar

1 thought on “Animais e insetos que possam apresentar riscos à saúde no Brasil

Leave comment

Your email address will not be published. Required fields are marked with *.